sábado, 1 de junho de 2013

Preços dos hotéis no Namibe facilitarão promoção do turismo após Mundial

Hóquei em patins


Namibe – O director-geral do hotel Chik Chik, localizada no Namibe e aprovada para acolher as delegações oficiais da prova, apontou os preços como um dos factores da promoção do turismo na região após o campeonato do mundo de hóquei em patins em Setembro.
 
Em entrevista , para abordar o estado de preparação deste hotel de quatro estrelas para o evento mundial, António Franco considerou o evento de “grande importância” para o futuro turístico da região, pelo que defendeu que a organização “merece toda a atenção e deve ter sucesso e funcionar bem”.
 
Segundo o gestor hoteleiro, Angola, e o Namibe em particular, ganhará projecção turística a nível mundial também pelos preços estabelecidos.
 
Informou que a sua unidade está dentro do nível de preços que o comité organizador negociou com as autoridades nacionais do sector, o que também prevê que encorajará os visitantes a voltarem depois da prova.
 
 “Não houve necessidade de mexer no nível de preços porque se há alguns locais com preços altos, não é o caso do Namibe”, assegurou António Franco.
 
Referiu que os preços devem estar de acordo com a oferta e a procura, e, por isso, perspectivavam um ligeiro aumento por altura do campeonato do mundo, mas sublinhou que ao manter estes preços, vão estimular a região como destino turístico.
 
“A proposta do comité organizador (de redução de 30 porcento dos preços das diárias) coincidiu com os preços que o hotel já praticava. É lógico que passaria pela nossa ideia, por altura do campeonato, aumentar um bocadinho mais, porque é o normal pois há mais procura e a oferta tem de adaptar-se. Em qualquer tipo de negócio, quando há muita procura, tenta-se ganhar um pouco mais para compensar aquelas alturas em que ela é fraca”.
 
Porém, negou que a manutenção dos preços nessa altura "prejudique grandemente” o negócio, porque estes sendo atractivos servem também para a promoção e divulgação do destino turístico.
 
 “Os visitantes ao chegarem e encontrarem preços atrativos, também é uma forma de incentivar a procura turística da região”, explicou o hoteleiro português há cerca de um ano a trabalhar no país e que reconhece haver no Namibe “vários pontos turísticos para ver como pontos turísticos”.
 
Citou a planta rara só existente no deserto do Namibe (Welvitchia mirabillis), as dunas, a foz do rio Cunene, as praias, entre outros.
 
O responsável do hotel onde habitualmente se hospedam as equipas do campeonato de futebol da I divisão “Girabola” quando jogam em “casa” do Atlético do Namibe identificou também como ganhos "muito importantes" a visibilidade que o campeonato tratará ao país, através da vinda das selecções e acompanhantes, e sobretudo com as transmissões via satélite para as televisões a nível mundial.
 
“Todo o mundo vai estar com os olhos postos em Angola. Apesar de não ser uma modalidade com grande impacto mundial como o futebol, ela é muito propagada, principalmente na Europa e América latina, onde a Argentina é candidata ao título”, disse o agente hoteleiro.
 
Quanto aos serviços a disponibilizar, António Franco, que tem 25 anos na profissão e experiência no seu país com hospedagem de equipas desportivas para campeonatos do mundo e da Europa, disse que o Chik Chik tem o essencial que um atleta precisa em altura de competição: alojamento e alimentação em condições.
 
Reconheceu que o hotel é pequeno e as suas áreas públicas muito reduzidas, por isso não permite ter programas de animação. Lamentou também o facto de a cidade não ter grande oferta neste domínio.
 
”A (cidade) serve mais para férias de praia. Em termos de animação nocturna, a cidade ainda tem um défice neste domínio.
 
O hotel Chik Chik, com 53 trabalhadores, oferece internet sem fio, pagamento electrónico, 77 quartos, 11 suites, sendo uma presidencial, cujos preços estão balizados entre 20 mil a 200 mil kwanzas. Tem ainda piscina, sala de conferências, bar e restaurante, lavandaria e estacionamento. Está previsto o lançamento ainda antes da prova de uma página na internet.
 
Está em construção no Namibe um hotel, de quatro estrelas e 126 quartos, com conclusão prevista para 15 de Agosto, que se vai juntar ao "Chik Chik" para responder à exigência da organização hoquística mundial de 200 quartos mínimo para a cidade albergar duas das quatro séries do campeonato.
 

O 41º campeonato do mundo, o primeiro no continente africano, realiza-se de 20 a 28 de Setembro nas cidades de Luanda e Namibe.

Um comentário:

  1. There is shocking news in the sports betting world.

    It has been said that every bettor must watch this,

    Watch this or quit betting on sports...

    Sports Cash System - Advanced Sports Betting Software.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário a Youtubetv Namibe Agradece!